Lucia Py

Artista plástica experimental, obras em espaços, alternativos e urbanos, com Instalações, Ocupações, Apropriações, Interferências. Vê o espaço como suporte, linguagem e / ou circunstância de interação do objeto com o entorno – construção de metáforas e Cenas. Pesquisa o objeto multiplicado “o mesmo do outro”. R eflete uma geração pós-conceitual, herdeira de Fellini, Deleuze, Baudrillard, Barthes, entre outros contemporâneos. Estudiosa da arte por compulsão, assemblagista por convicção.

II – 3 – descobriu-se 

na primeira fase adulta, descobriu-se artista, quando é o que mais faz obsesionar com uma profissão ato diário – professado – confessado em produção rizomática barrocamente acumulada > eternos perdidos, encontrados, reperdidos, reencontrados, semper carregados .…  não se quer mas se carrega

Lucia Py

Portfolio