Teresa Costa Rêgo – 1929 / Recife

Fragmento - Apocalípse
Tereza Costa Rego,constitui-se um dos patrimônios culturais de Pernambuco. Sua vida está entrelaçada no tecido histórico pernambucano. Sua pintura é como um universo intimo,interior em constante expansão. Com uma vocação muralista, sua obra é povoada por gentes, bichos,paisagens e objetos  a acima de tudo pela História.

“Pode não parecer, queridos companheiros, mas eu sou uma mulher muito velha . . . uma mulher que viveu muitas vidas. . . uma mulher Terezinha . . . uma mulher Joana e uma mulher Tereza.”