Jairo Arcoverde – 1940/Recife

série Personas
Cursou a escola de Belas Artes de Recife PE. Mas foi no atelier, no espaço de trabalho que criou seu alfabeto pictórico. Com este construiu um universo iconográfico baseado na Nova Figuração, na Arte Espontânea, e nas referencias encontradas no universo imagético dos loucos e das crianças.
Desenhista dos traços marcantes e pintor das cores fortes construiu uma obra singular, no curso de um paradoxo:
cruzou a figuração com a abstração Nasceu, assim a Arte Singular de Jairo Arcoverde.
Seja na pintura ou no desenho, seja sobre cerâmica, tela ou tecido, os talentos de Jairo Arcoverde são exercícios de um artista que reencontra
no ato de criar o gesto silencioso da sobrevivência do espírito. 

“Procuro ser o mais livre possível. Ponho pra fora coisas que não têm nada a ver com algo que já exista”, acredita Jairo. Suas criaturas e formas abstratas são como palavras visuais de um alfabeto que ele mesmo criou, mas que podem ser livremente interpretadas e compreendidas por quem as olha”.

Pintura

Desenho

Escultura